Aposentadoria por invalidez após infarto do miocárdio

Motorista incapacitado para o trabalho após infarto tem direito à aposentadoria por invalidez

infarto_garante_aposentadoria_por_invalidez
Amparo da Previdência após infarto (Imagem: Pixabay)

Um motorista profissional, de 54 anos, conseguiu sua aposentadoria por invalidez após ter sofrido um infarto do miocárdio. A decisão, unânime, foi da Nona Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3).

Além disso, o motorista também terá direito ao adicional de 25% sobre o valor de sua aposentadoria, já que depende de outra pessoa para atividades do cotidiano.

“A perícia apontou a incapacidade para os atos da vida civil, estando acometido de alienação mental e com necessidade de assistência permanente de terceiros”, afirmou a relatora do processo, juíza federal convocada Vanessa Vieira de Mello.


A decisão foi sustentada por perícias médicas judiciais.


Aposentadoria para dependentes químicos – Leia


O laudo apontou a incapacidade total e permanente. O INSS recorreu ao TRF3 argumentando ausência dos requisitos necessários à concessão do benefício.

Ao analisar o caso, a relatora ressaltou que ficaram provadas a incapacidade total e permanente do autor, além de preenchidas a qualidade de segurado e a carência para a obtenção do benefício.


Como pedir o adicional de 25%


É devida a aposentadoria por invalidez, com o adicional de 25% sobre seu valor, conforme o artigo 45, da Lei nº 8.213/1991”, concluiu.


(* Com informações do TRF3 – via Instituto de Estudos Previdenciários – Leia a íntegra aqui


Leia também na Aseapprevs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *