INSS: Cinco direitos que poucos conhecem

Cinco direitos de aposentados e pensionistas que aumentam benefícios, mas poucos têm acesso.

Conheça cinco direitos de aposentados e pensionistas

Além de todos os benefícios garantidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), quem contribuiu – entre aposentados e pensionistas tem uma série de outros direitos.

Alguns são até meio que desconhecidos do cidadão. Conheça cinco deste direitos

Direitos de aposentados e pensionistas

1) Saque do FGTS
Assim que se aposenta, o trabalhador tem direito a sacar todo o dinheiro do Fundo de Garantia, o FGTS.

Caso continue trabalhando na mesma empresa, o aposentado poderá sacar mês a mês os novos os depósitos.

2) Acumulação de pensão por morte com a aposentadoria
O aposentado pode acumular a sua aposentadoria com a pensão por morte, independente desta ser anterior ao pedido de aposentadoria.

Leia sobre Pensão por Morte

3) Manutenção do plano de saúde
Nos casos de trabalhadores que arcam com uma parcela do pagamento mensal do plano de saúde fornecido pela empresa, ao se aposentar eles terão direito de continuar a usufruir do convênio, desde que assumam o pagamento da cota que o empregador pagava.

Se não fizer essa opção no momento da rescisão, não poderá mais recontratar o plano.

Leia sobre aposentadoria híbrida (rural e urbana)

4) Quitação do imóvel financiado em caso de invalidez
Caso um trabalhador se aposente por invalidez e tenha um imóvel financiado, a incapacidade para o trabalho lhe garante não apenas o benefício previdenciário, mas também a quitação de seu imóvel caso ela ocorra. “É necessário verificar seu contrato de financiamento,

5) Prioridade de restituição do imposto de renda
Contribuintes com 60 anos ou mais têm o direito a receber antes a restituição do Imposto de Renda. Mesmo que caiam na “malha fina”, o direito é garantido e também têm prioridade na correção de falhas na declaração.

(* Com informações do Portal ‘R7’ – Leia mais aqui )


Veja também na Aseapprevs

2 Replies to “INSS: Cinco direitos que poucos conhecem”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *