Portadores de TDAH têm direito ao BPC/Loas

Assistencia_previdenciaria_TDAH
(Imagem: Pixabay)

O primeiro passo para o portador de TDAH conseguir a possível solicitação do LOAS é preciso que ele seja reconhecido como incapacitado.

E para que isso ocorra é necessário um parecer médico, ou seja, os portadores do TDAH, só são reconhecidos mediante emissão de diagnóstico que, agora, segundo a Lei 13146/2015- Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência, será emitido somente após ouvir todos os segmentos envolvidos e especialistas multiprofissionais.

Por isso é necessário ter um diagnóstico em mãos, pois, é preciso protocolar um requerimento junto ao INSS, o que orientamos é que procurem o auxílio de um advogado, pois, o requerimento deve ser requerido e a documentação encaminhada ao INSS digitalmente.

É importante estar atendo ao requerimento, é preciso preencher todos os requisitos para concessão do LOAS.


Leia aqui também

https://aseapprevs.com.br/aposentadoria-para-quem-realmente-merece/

O que é TDAH

TDAH é o transtorno do déficit de atenção com hiperatividade.

Em uma visão geral é uma doença crônica que inclui dificuldade de atenção, hiperatividade e impulsividade, essa síndrome começa na infância e pode persistir na vida adulta.

Pode contribuir para baixa autoestima, relacionamentos problemáticos e dificuldade na escola ou no trabalho.

Os sintomas incluem falta de atenção e hiperatividade, os tratamentos incluem medicamentos e psicoterapia.


(* Com informações do Jornal Contábil – Leia mais

https://www.jornalcontabil.com.br/inss-portadores-de-tdah-tem-direito-ao-bpc-loas/


Veja também na Aseapprevs


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *