Quem tem osteoporose se aposenta por invalidez

osteoporose_aposentadoria_invalidez

Toda pessoa que sofre de alguma incapacidade permanente total, terá direito a aposentadoria por invalidez, para os portadores de osteoporose também é possível requerer o benefício, até por que a osteoporose é um fator de risco, pois, qualquer coisa pode aumentar a chance de contrair uma doença.

Ter vários fatores de risco ou até mesmo um, isso não significa que você terá osteoporose.

Portanto quanto mais fatores de risco você tiver, maiores serão suas chances de desenvolver uma doença e, quanto maior o nível de cada fator de risco, maior o risco.

Existem diferentes tipos de fatores de risco-fixos e modificáveis, alguns fatores como idade ou sexo, não podem ser alterados. Quanto aos demais estão ligados a escolha pessoais de estilo de vida, como tabagismo, consumo de álcool e dieta.

Como posso conseguir a aposentadoria por invalidez?


Em via de regra o segurado precisa cumprir esses requisitos e estar com suas contribuições em dia ou estar no período de graça, exceto para doença que esteja em estado avançado grave.

Preencher o tempo mínimo de carência; 12 meses, comprovar o início da incapacidade e é importante ressaltar que o seguro não esteja em processo de reabilitação para o exercício da atividade que lhe garanta a subsistência, independentemente de estar recebendo ou não auxílio-doença.

É preciso passar por perícia?


Além de estar com as suas contribuições em dia, a aposentadoria por invalidez só é concedida ao segurado após a avaliação da perícia médica do INSS, o benefício será pago se for constatado a invalidez total e permanente.

Caso não for diagnosticado permanência total o segurado poderá ser enquadrado no auxílio-doença.


Leia sobre Aposentadoria por Invalidez

https://riaambrasil.org.br/governo-quer-alterar-aposentadoria-por-invalidez/

O que é osteoporose?

Osteoporose significa osso poroso, é uma doença na qual a densidade e a qualidade do osso são reduzidas.

A medida que os ossos se tornam mais porosos e frágeis, o risco de fraturas aumenta muito, a perda de osso ocorre silenciosa e progressivamente.

Geralmente não há sintomas até que a primeira fratura ocorra, isto ocorre desde o momento do nascimento até a idade adulta quando os ossos estão se desenvolvendo e se fortalecendo.

Nossos ossos são mais densos em nossos primeiros 20 anos, chamados de pico de massa óssea.

Na medida que vamos envelhecendo algumas das nossas células ósseas começam a dissolver a matriz óssea (reabsorção), enquanto as novas células ósseas depositam osteóide (formação).

Este processo é conhecido como remodelação.

As pessoas com osteoporose a perda óssea supera o crescimento de novos ossos, sendo assim os ossos se tornam porosos, frágeis e propensos a fraturas.


(* Com informações do Jornal Contábil –

https://www.jornalcontabil.com.br/inss-quem-tem-osteoporose-tem-direito-a-aposentadoria-por-invalidez/


Leia mais aqui na Aseapprevs


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *