Cinco dúvidas sobre aposentadoria

Preciso me aposentar antes da reforma? A proposta de Reforma da Previdência, não afetará o direito adquirido. Isto é, aquele que o indivíduo já possui e ninguém retira.  Devo contribuir mais nos últimos três anos para me aposentar? Mudanças na lei foram feitas. E segundo a nova regra pressupõe que todo o contexto contributivo do Leia mais… »

Novas regras do consignado

Já estão em vigor novas regras para a contratação de empréstimo consignado. É aquela modalidade de empréstimo com desconto direto na aposentadoria. A ligação foi no telefone fixo na casa da dona Vera, com uma proposta que ela achou muito estranha. “A moça disse: ‘A senhora quer fazer um empréstimo consignado conosco’? Aí eu falei: Leia mais… »

INSS: neto tem direito à pensão por morte do avô?

Resposta: Não, nem o neto nem o bisneto são considerados dependentes na Previdência Social. É cada vez mais comum que os netos sejam criados – e muitas vezes financeiramente bancados- pelos avós. Dados do IBGE mostram que os avós participam cada vez mais ativamente da educação e desenvolvimento de seus netos. Se são os avós Leia mais… »

Desaposentação e revisão da ‘vida toda’

  Cobranças de devolução de quem tinha obtido a chamada “desaposentação”, além da possibilidade de revisão de benefícios de aposentadoria junto ao Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) foram os principais temas da reunião mensal da Aseapprevs com seus associados. Neste site e na próxima edição de ‘O Eclético’ (a ser publicada no mês de Leia mais… »

Aposentadoria por idade será aprovada pela internet

A partir de segunda-feira (21), o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) deixará de agendar atendimento presencial para a realização de pedidos de aposentadoria por idade. As solicitações, feitas por internet ou telefone, vão ser analisadas automaticamente. Se os dados no CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais) estiverem corretos, o benefício já será concedido. Só Leia mais… »

INSS altera regras no auxílio-doença

O INSS alterou algumas regras para a manutenção do auxílio-doença. A partir de agora, o segurado que recebe o benefício e não se considera apto para retornar ao trabalho só poderá fazer três pedidos de prorrogação ao órgão. Antes, não existia limite para a quantidade de pedidos de prorrogação. Com isso, ao completar o terceiro Leia mais… »