Como será o novo pente-fino do INSS

Novo pente-fino do INSS: Instituto vai revisar cerca de 170 mil benefícios por incapacidade temporária.

Perícia médica e o novo pente-fino do INSS: saiba mais

A partir deste mês o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vai começar a realizar uma revisão do auxílio por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença). Esse pente-fino, que deve acontecer até dezembro, será destinado aos segurados que estão recebendo o benefício há mais de seis meses sem passar pela perícia médica e que não possuem data de cessação estipulada.

Em julho, o órgão iniciou o envio de comunicados, por meio de carta, notificação do banco pagador, e-mail ou publicação no Diário Oficial da União, a cerca de 170 mil pessoas.

Leia sobre Covid e auxílio-doença

Os prazos para agendar a perícia médica começam a expirar em agosto, uma vez que o período para fazer esse agendamento é de 30 dias, a contar do dia em que a pessoa recebeu a carta.

Logo depois de tomar ciência da notificação, o beneficiário deve acessar o Meu INSS pelo site ou aplicativo e clicar na opção “Agendar Perícia”. Esse agendamento também pode ser feito pelo telefone 135. O INSS orienta que o segurado deve guardar bem a data e o horário agendado para a perícia e não faltar neste dia. Caso a pessoa não possa ir ao órgão na data agendada, deve reagendar a perícia pelo telefone 135.

Documentos para o pente-fino

Documentos necessários que você deverá apresentar no dia da perícia médica:

  • RG; CPF; CNH ou CTPS;
  • exames, laudos, receitas para comprovar a doença e o tratamento
  • Procuração ou termo de representação legal (tutela, curatela, termo de guarda), se houver;
    No caso de procurador ou representante legal, será necessário levar documento de identificação com foto, podendo ser RG, CNH ou CTPS e também o CPF.

(* Com informações de ‘O Dia’ e ‘Jornal Contábil – Leia aqui e aqui )


Veja também na Aseapprevs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *