Pente-fino no auxílio-doença

INSS vai revisar mais de 170 mil benefícios do auxílio-doença

Novo pente-fino para quem não passou pela perícia médica

Os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem um benefício por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença) há mais de seis meses — sem passar pela perícia médica — e que não têm data de cessação do benefício estipulada deverão ser convocados para o novo pente-fino que o instituto vai promover entre agosto e dezembro deste ano.

O objetivo é evitar pagamentos indevidos, com prejuízo aos cofres públicos. Segundo o Ministério da Economia, a previsão é convocar 170 mil beneficiários para novos exames periciais.

Leia sobre Meu INSS de cara nova

No início da próxima semana, as convocações já começarão a ser expedidas. Os segurados terão que agendar perícias médicas, de acordo com a capacidade operacional das agências da Previdência Social, seguindo as regras sanitárias (distanciamento social, higienização das instalações, uso de EPIs por funcionários a beneficiários, ventilação adequada e restrição à circulação de pessoas nas unidades).

Leia: Covid 19 e auxílio-doença

Auxílio-doença pode ser suspenso

Quem não fizer o agendamento terá o benefício suspenso.
Das 724 agências da Previdência que possuem serviço de perícia médica 619 estão funcionando e 2.549 peritos médicos estão com as agendas abertas para atendimento.

(* Com informações do jornal ‘Extra’ – Leia mais aqui )


Veja também na Aseapprevs

One Reply to “Pente-fino no auxílio-doença”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *