Aumenta a margem para os empréstimos consignados

Aumenta_margem_empréstimo_consigando
Aumenta a margem para os empréstimos consignados (Imagem: Pixabay)

A margem para concessão de crédito consignado (aquele que já vem descontado no benefício do INSS) vai passar de 35% para 40%. A decisão faz parte de Medida Provisória já assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e publicada no Diário Oficial da União (DOU) da última sexta-feira (2).

Ou seja, os empréstimos consignados poderão comprometer 40% do que recebem aposentados e pensionistas, mais 5% no cartão de crédito via saque. Estes novos limites devem valer para empréstimos liberados até o dia 31 de dezembro.

O prazo para o pagamento foi estendido de 72 meses para 84 meses.

Advogados e especialistas chamam atenção para o fato de que pelo menos 40% dos dos aposentados e pensionistas que recebem até dois salários mínimos estão muito endividados.

Embora, entre as opções disponíveis no mercado este tipo de empréstimo cobra as menores taxas de juros, já que o desconto automático diminui a possibilidade de inadimplência.


Cresce o volume de empréstimos consignados durante a pandemia


É bom registrar que uma Medida Provisória segue para o Congresso que pode aprová-la ou rejeitá-la.


(* Com informações do Hoje em Dia – Leia aqui as críticas de advogados e especialistas.


Veja mais na Aseapprevs

3 Replies to “Aumenta a margem para os empréstimos consignados”

  1. A gestao das consignacoes em folha e feita totalmente pelo proprio servidor. Dentro do portal do consignado disponibilizado pela Seplag, ele consulta a margem consignavel, os emprestimos em andamento, realiza simulacoes, verifica as taxas de juros ofertadas por cada banco e pode enviar uma proposta a instituicao financeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *